Vereadores de Pinda aprovam monitoramento de segurança em caixas eletrônicos

Projeto determina que seja implantado equipamentos e serviços de monitoramento de segurança em bancos e onde houver instalação de caixas eletrônicos e terminais bancários

A crescente onda de ataques aos caixas eletrônicos e terminais bancários de Pindamonhangaba motivou a Câmara de Vereadores a aprovar – por unanimidade – na segunda-feira, dia 4, durante a 39ª sessão ordinária, o Projeto de Lei nº 163/2013, do vereador José Carlos Gomes – Cal (PTB) e subscrito por todos os demais parlamentares, que “Dispõe sobre os serviços de monitoramento de segurança em locais onde houver caixas eletrônicos, terminais bancários e outros equipamentos afins em Pindamonhangaba”.

De acordo com o artigo 2º, nestes locais, os serviços deverão conter câmera interligada aos serviços de segurança pública ou empresa prestadora dos serviços de vigilância (sendo acompanhada em tempo real); câmeras ocultas de captação de imagens externas e internas; portas e acessos blindados e/ou “anti tumulto” integrados com sensores de presença e alarme sonoro e luminoso para dispara em casos de arrombamento e impacto; anteparos e barreiras físicas que dificultem o ingresso de terceiros não autorizados nos locais de acesso restrito aos funcionários.

origem: http://www.diariotaubate.com.br/display.php?id=32231

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.