Os desafios para quem quer empreender no mercado de tecnologia

Mesmo com todos os desafios, jornada empreendedora é gratificante empreender no mercado de tecnologia e fazer uso das inovações tecnológicas nos permitem um mundo cheio de possibilidades

O empreendedorismo ganhou o protagonismo na economia mundial há alguns anos e isso não é novidade para ninguém. Segundo o Global Entrepreneurship Monitor (GEM), programa de pesquisa e monitoramento global de empreendedorismo, em 2019, o Brasil atingiu o número de 52 milhões de brasileiros que possuem negócio próprio. Destes, 74% são jovens entre 18 e 35 anos. Esses dados mostram um cenário muito favorável para nosso País, pois estamos acima da média global.

Ao longo de minha trajetória como empreendedor, o que enxergo nesse momento é um enorme interesse por novos empreendimentos, principalmente no que tange negócios ligados à tecnologia.

Segundo a Deloitte, empresa de auditoria e consultoria empresarial, seis em cada dez executivos têm reservado recursos para investir em TI, com o foco em ampliar a produtividade. E mesmo em tempos de instabilidade econômica, como o que estamos passando, as corporações continuam investindo, em média, 7,6% de suas receitas em tecnologias e inovação.

Um dos adventos que tem puxado esse movimento é a evolução na indústria 4.0, que gera novas oportunidades para quem pretende se arriscar nesse universo, além de proporcionar diversas melhorias ao país, como a geração de empregos, renda e produção de serviços.

Com o novo normal apresentado neste momento de pandemia, ficou muito claro a demanda por controle, monitoramento e gestão a distância de tudo que está a nossa volta. Alguns empreendedores e startups que já estavam nesta linha estão recebendo aportes e atenção neste momento.

Sabemos que começar um negócio do zero é desafiador e não é algo fácil, pois a todo tempo você é testado, além de enfrentar diversos desafios, como sacrifícios de tempo, dinheiro e mão de obra. Se tudo isso ainda não bastasse, o empreendedor ainda se depara com as elevadas taxas de impostos, burocracia na formalização e, muitas vezes, a falta de estímulo e de credibilidade.

Porém, as dificuldades de quem empreende por meio do uso da tecnologia não acabam por aí. Você ainda precisa estruturar a empresa, capacitar e gerir profissionais, cuidar das finanças, formar líderes, criar a área de marketing, vendas e tantas outras atribuições. São ações que não acontecem de um dia para o outro e durante esse processo, é possível que você tenha “perdido” um ano ou mais para de fato começar a operação. Sem contar que o networking, que é a alma do negócio, poderá ficar prejudicado, de alguma forma, já que você nunca mais terá o tempo que tinha antes.

Apesar destas dificuldades típicas de qualquer início de negócio, tenho acompanhado a criação de um incrível ecossistema de apoio e suporte aos novos negócios. Capital Anjo, consultorias especializadas, nova geração de incubadoras, coworking e geradores de negócios têm ajudado o início das operações de boas ideias e com bons propósitos.

Por fim, vale destacar que, mesmo com todos os desafios, a jornada empreendedora é gratificante e fazer uso das inovações tecnológicas que temos à disposição, nos permitem um mundo cheio de possibilidades. Por isso, caro colega, cabe a você enxergar além do óbvio, gerar entregas de valor ao seu setor e contribuir com papel atuante em nossa sociedade.

origem: ABESE

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.