Central de Monitoramento de Campinas já opera com 340 câmeras

A Central de Monitoramento de Campinas (CimCamp), vinculada à Secretaria de Chefia de Gabinete, já está operando com 340 câmaras. Dentro de 30 dias, o sistema será plenamente restabelecido, com o funcionamento de todos os 370 aparelhos.

 São beneficiados com esse trabalho de monitoramento os centros de saúde, creches, escolas, hospitais e trechos de grande movimento de veículos e pedestres, entre outros locais da cidade. Com isso, o sistema presta importante contribuição aos setores que cuidam da segurança pública no município

Além de restabelecer o funcionamento total da Central, o governo municipal entende que é fundamental a ampliação do número do câmeras para beneficiar mais locais na cidade, principalmente em centros de saúde e escolas, prestando um apoio maior ao trabalho de segurança desenvolvido pela Guarda Municipal e pelas polícias Militar e Civil.

A CimCamp opera sem interrupções na Rua Salles de Oliveira, 1.028, na Vila Industrial. A equipe é constituída por integrantes da Guarda Municipal, Defesa Civil de Campinas, EMDEC, Samu, Polícia Militar (PM), Civil e Bombeiros. Segundo o diretor do órgão, quando uma ação suspeita é detectada nos monitores, a Central informa aos órgãos de segurança sobre o fato e seu exato local para tomada de procedimentos.

 As imagens são gravadas e preservadas por 30 dias e, nesse período, estão à disposição da população cujos pedidos de acesso a elas passam antes pela aprovação da CimCamp.

 Entre os muitos casos registrados pelas câmeras da Central consta o de um grupo que foi preso quando instalava aparelhos em caixa eletrônicos de uma agência bancária para clonar cartões e senhas de clientes. Inicialmente, uma câmera do sistema flagrou um carro preto de luxo parando na frente da agência por volta das 6h.

 Pouco tempo depois, desceu a quadrilha e começou a mexer nos caixas eletrônicos para colocar os aparelhos, conhecidos popularmente como “chupacabras”.

 Naquele momento, a equipe da Central percebeu que se tratava de um ato criminoso e informou à PM que acionou de pronto a guarnição mais próxima para se dirigir ao local. Lá ela abordou e prendeu a quadrilha. Outro trabalho importante da CimCamp é o registro de acidentes de trânsito, furtos, roubos e identificação de pessoas suspeitas de prática de infrações e crimes.

origem: http://www.abese.org.br/noticias2.asp?n=270

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.