Polícia aponta queda no número de roubos após instalação de câmeras

Projeto de vídeos monitoramento de Vilhena, RO, funciona há um mês.
Na BR-364, número de ocorrências diminuiu em 89%, segundo polícia.

As 11 câmeras de monitoramento instaladas no município de Vilhena (RO) foram responsáveis pela redução de 40% da criminalidade, segundo a Polícia Militar. Instaladas há quase dois meses, a central de monitoramento foi uma parceria da Associação Comercial com o 3° Batalhão da PM. Na primeira fase do projeto, a polícia decidiu instalar o circuito nos locais da cidade onde houvesse maior número de registro de assaltos, furtos e tráfico de drogas.

A Praça Angêlo Spadari e Nossa Senhora Aparecida são dois dos vários pontos escolhidos para a instalação dos vídeos monitoramento. De acordo com a PM, a Praça Ângelo era conhecida pelo consumo explícito de drogas, mas as câmeras acabaram inibindo os usuários de entorpecentes. No dia 30 de julho, o circuito da cidade registrou o momento em que jovens consumiam substâncias ilícitas no banco da praça.

Com a redução da criminalidade, a PM pretende ampliar o sistema de vídeo monitoramento e instalar mais oito câmeras na cidade. De acordo com o comandante da PM, Paulo Gonçalves, a ideia é levar o projeto para os bairros periféricos, pois com isso a polícia vai ter um mapeamento completo de Vilhena.

origem: http://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2013/09/policia-aponta-queda-no-numero-de-roubos-apos-instalacao-de-cameras.html

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.