32 Câmeras para monitoramento de ruas em Piracicaba

A partir deste domingo 14 de janeiro, começam a ser instalados em Piracicaba os 32 postes de ferro e concreto que sustentarão as câmeras móveis que acompanharão, com rigor absoluto, todos os movimentos das pessoas nos principais corredores comerciais, além de ruas e avenidas da cidade. O processo, que deve durar até três dias para ser concluído, é o último grande passo antes da colocação dos equipamentos que, seguindo o cronograma delineado pelo prefeito Barjas Negri (PSDB), não poderá passar do próximo dia 15 de fevereiro. As máquinas chegam ainda nesta semana.

A empresa Erival Telecomunicações, sediada em São José dos Campos (SP), foi contratada pela Prefeitura para montar a estrutura do Big Brother urbano, numa licitação que durou um ano e meio para ser concluída e custou R$ 1 milhão aos cofres públicos.

A expectativa é de que os casos de furtos, roubos e até homicídios, sejam reduzidos em mais de 50% logo nas primeiras semanas de funcionamento das câmeras. Além da Prefeitura, atuam em parceria neste projeto a Associação Comercial e Industrial de Piracicaba e o Fundo de Segurança

Ao todo, serão 31 equipamentos, mas o responsável técnico da Erival, Pedro Wilson Andare, explica à Gazeta que será necessário dispor um pilar específico para acomodar o emaranhado de fibras ópticas que garantirá, entre outros benefícios, velocidade às imagens que serão captadas e lançadas em tempo real a uma central de monitoramento montada no último andar do prédio da Biblioteca Municipal. No local, haverá gravadores, mesas, monitores e teclados, numa verdadeira parafernália eletrônica.

Braço de seis metros

Os postes que começam a ser dispostos no final de semana apresentam uma certa semelhança com os instalados pelas companhias de telefonia e de energia elétrica, mas a diferença está no visual. Pedro Andare conta que em alguns dos postes, será preciso acoplar um ‘braço’ de seis metros de comprimento que sustentará a câmera. O ‘braço, na verdade, funcionará como uma antena.

As câmeras são dotadas de tecnologia de última geração, que giram num eixo de 360 graus e flagram ações de pessoas e até de veículos em alta velocidade numa distância que atinge dois quilômetros e amplia imagens em até 23 vezes. Catorze delas estarão apenas na região central.

Os equipamentos funcionarão na faixa de cinco gigahertz, a maior existente para este tipo de função. A modernidade é tão grande que permitirá a transmissão de dados criptografados, que evitam fraudes e acessos ilegais às imagens gravadas.

Apenas uma pessoa, designada pessoalmente por Barjas Negri, nas próximas semanas, terá a senha de acesso à central.

Fonte: http://www.gazetadepiracicaba.com.br/conteudo/mostra_noticia.asp?noticia=1484633&area=26050&authent=532ACB8E8E0403226BFC9A9D754215

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.