População baiana reivindica que câmeras permaneçam após o carnaval

Salvador – As câmeras de vigilância instaladas pelo governo baiano para reforçar o esquema de segurança durante o carnaval de Salvador deveriam permanecer após a festa, defendem moradores. Mais de 100 equipamentos estão sob o controle da Polícia Militar até a Quarta-feira de Cinzas (6).

“Acho que a segurança melhorou com as câmeras. O policiamento está agindo mais rápido. Seria melhor para a população se houvesse isso sempre. Depois do carnaval, acontecem roubos e assaltos o ano inteiro”, opinou Alexsandro da Hora, um dos operários responsáveis pela instalação de camarotes nos circuitos da folia.

A segurança pública, na avaliação de Alexsandro, prioriza os turistas em detrimento da população local. “As câmeras não devem ficar só durante o carnaval. Nessa época, eles pensam só nos turistas que vêm curtir. E a gente que mora aqui?”, indagou.

Vendedora de acarajé em uma das esquinas mais movimentadas do carnaval baiano, Anelita Conceição Miranda também é favorável à permanência da vigilância eletrônica.

“Essas câmeras ajudam porque eles colocaram mais e ficaram mais perto umas das outras. Elas deveriam ficar o ano inteiro. Acho que eles instalam mais para a segurança das pessoas que vêm de fora porque a violência está demais”.

O comerciante Paulo Luz se diz favorável à utilização de câmeras pela polícia, mas teme que o recurso possa ser invasivo à população. “Tenho algumas restrições em relação à permanência das câmeras. A partir do momento em que se usa as câmeras para conter a violência, tudo bem. Mas você tirar a privacidade das pessoas também é violento”.

O capitão da Policia Militar Alexinaldo Neves não descarta a possibilidade de tornar o uso do recurso contínuo, mas afirma que é preciso analisar as necessidades de cada bairro.

“Acho que seria uma medida para se estudar. Deveria ser feito um levantamento dos pontos onde ocorrem os maiores índices de delitos e aí sim instaladas as câmeras. No Pelourinho, nós já temos esse serviço instalado permanentemente. Quem sabe no futuro nós possamos ampliar isso para outros pontos da cidade de Salvador”?

Origem: http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/02/01/materia.2008-02-01.0099305699/view

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.