Jaraguá do Sul terá monitoramento por câmeras

Equipamentos, previstos para ser instalados em dezembro, começam a funcionar em fevereiro.


var teste = “F”;
if (teste == “F”){
}else if (teste == “”){
}else{
var data_criacao = “10/01/2009”;
var data = “10/01/2009”;
var hora = “14h44min”;
if (data_criacao == data){

document.write(”

Atualizada às 14h44min

“);
}else{

document.write(”

Atualizada em 10/01/2009 às 14h44min

“);
}
}

As
câmeras de segurança que estavam previstas para serem instaladas em
dezembro em Jaraguá do Sul, Norte do Estado, deverão entrar em
funcionamento somente em fevereiro, segundo estimativa do comandante do
14º Batalhão da Polícia Militar, Rogério Kumlehn. Ele explicou que o
atraso para a implantação desses equipamentos ocorreu por causa da
demora na licitação para a compra do material.


— Houve algumas
contestações na licitação que atrasaram a compra dos equipamentos. O
que era para ser em 90 dias demorou 180 — explicou o comandante.


Kumlehn
disse que o material já está no batalhão e só falta a instalação. Esse
trabalho tem previsão de ser realizado em janeiro. Uma sala do prédio
da PM será usada para abrigar a central de monitoramento das câmeras.
Ao todo são 20 unidades que ficarão espalhadas em áreas de maior
movimento da cidade.


— Cada uma delas representa a função de um policial — disse o comandante.


Uma
das ruas que será monitorada por câmeras é no cruzamento da Epitácio
Pessoa com a Bernardo Grubba. A via é uma extensão urbana da BR-280 e
dá acesso à região do Planalto Norte. Em alguns locais ocorre
prostituição, o que gera reclamação de moradores por causa de brigas
que às vezes ocorrem. A previsão da polícia é que com o uso desses
equipamentos poderá haver limitações nesse tipo de ocorrências.


Essa
medida também é bem recebida pela Polícia Civil. Um dos delegados da
Comarca de Jaraguá do Sul, Adriano Spolaor, disse que esses
equipamentos dão mais segurança à população e serve de instrumento para
investigações de crimes, como tráfico de drogas e furtos.


O
comandante da Polícia Militar revelou ainda que vai intensificar o
projeto de aproximar a polícia da comunidade. A meta é que sejam
criadas na cidade oito núcleos de segurança, que servirão de base para
futuros Centros de Cidadania, que seriam postos para atendimento à
população nas questões referentes à segurança. A idéia é trabalhada em
parceria com o projeto Pró-Jaraguá. 


Este modelo de atuação, comentou o comandante, exige uma nova cultura
de ação da polícia, por isso, os 190 policiais de Jaraguá do Sul estão
sendo qualificados para colocar em prática ações integradas com a
comunidade.



Hoje temos cinco grupos setorizados que já fazem um trabalho em
parceria com a comunidade e com os Conselhos Comunitários de Segurança,
mas queremos ampliar ainda mais essa ação para aumentar a sensação de
segurança na cidade — disse Kumlehn.

ONDE SERÃO INSTALADAS AS CÂMERAS

  • Rua Epitácio Pessoa (perto do Colégio Jangada)
  • Esquina
    das ruas Epitácio Pessoa e Marechal Floriano Peixoto (perto do
    Bradesco)Esquina das ruas Epitácio Pessoa e Bernardo Grubba (perto da
    Pizzaria Papalone)
  • Esquina das ruas Jorge Czerniewicz e Marechal Floriano Peixoto (Hotel Etalan)
  • Rua Getúlio Vargas (em frente ao Angeloni)
  • Rua Getúlio Vargas (perto do terminal
    rodoviário)
  • Esquina das ruas Getúlio Vargas e Estheria L. Friedrich
  • Esquina das ruas
    Marechal Deodoro da Fonseca e Gumercindo da Silva
  • Rua Marechal Deodoro da Fonseca (final do calçadão)
  • Esquina das ruas Marechal Deodoro da Fonseca e Domingos da Nova
  • Esquina das ruas Reinoldo Rau e Barão do Rio Branco
  • Esquina das ruas Reinoldo Rau e Domingos da Nova (perto da Rádio Studio FM)
  • Rua Quintino Bocaiúva (praça de eventos)
  • Esquina das ruas Coronel Procópio Gomes de Oliveira e Reinoldo Rau
  • Cruzamento da DPaschoal
  • Cruzamento do Autoposto Pérola (Ilha da Figueira)
  • Avenida Waldemar Grubba (rótula de acesso a Schroeder)
  • BR-280 (perto do Autoposto Marcolla)
  • Rua Ângelo Rubini (rótula da Malwee)

 

 

Origem: Diário Catarinense

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

As
câmeras de segurança que estavam previstas para serem instaladas em
dezembro em Jaraguá do Sul, Norte do Estado, deverão entrar em
funcionamento somente em fevereiro, segundo estimativa do comandante do
14º Batalhão da Polícia Militar, Rogério Kumlehn. Ele explicou que o
atraso para a implantação desses equipamentos ocorreu por causa da
demora na licitação para a compra do material.


— Houve algumas
contestações na licitação que atrasaram a compra dos equipamentos. O
que era para ser em 90 dias demorou 180 — explicou o comandante.


Kumlehn
disse que o material já está no batalhão e só falta a instalação. Esse
trabalho tem previsão de ser realizado em janeiro. Uma sala do prédio
da PM será usada para abrigar a central de monitoramento das câmeras.
Ao todo são 20 unidades que ficarão espalhadas em áreas de maior
movimento da cidade.


— Cada uma delas representa a função de um policial — disse o comandante.


Uma
das ruas que será monitorada por câmeras é no cruzamento da Epitácio
Pessoa com a Bernardo Grubba. A via é uma extensão urbana da BR-280 e
dá acesso à região do Planalto Norte. Em alguns locais ocorre
prostituição, o que gera reclamação de moradores por causa de brigas
que às vezes ocorrem. A previsão da polícia é que com o uso desses
equipamentos poderá haver limitações nesse tipo de ocorrências.


Essa
medida também é bem recebida pela Polícia Civil. Um dos delegados da
Comarca de Jaraguá do Sul, Adriano Spolaor, disse que esses
equipamentos dão mais segurança à população e serve de instrumento para
investigações de crimes, como tráfico de drogas e furtos.


O
comandante da Polícia Militar revelou ainda que vai intensificar o
projeto de aproximar a polícia da comunidade. A meta é que sejam
criadas na cidade oito núcleos de segurança, que servirão de base para
futuros Centros de Cidadania, que seriam postos para atendimento à
população nas questões referentes à segurança. A idéia é trabalhada em
parceria com o projeto Pró-Jaraguá. 


Este modelo de atuação, comentou o comandante, exige uma nova cultura
de ação da polícia, por isso, os 190 policiais de Jaraguá do Sul estão
sendo qualificados para colocar em prática ações integradas com a
comunidade.



Hoje temos cinco grupos setorizados que já fazem um trabalho em
parceria com a comunidade e com os Conselhos Comunitários de Segurança,
mas queremos ampliar ainda mais essa ação para aumentar a sensação de
segurança na cidade — disse Kumlehn.

ONDE SERÃO INSTALADAS AS CÂMERAS

  • Rua Epitácio Pessoa (perto do Colégio Jangada)
  • Esquina
    das ruas Epitácio Pessoa e Marechal Floriano Peixoto (perto do
    Bradesco)Esquina das ruas Epitácio Pessoa e Bernardo Grubba (perto da
    Pizzaria Papalone)
  • Esquina das ruas Jorge Czerniewicz e Marechal Floriano Peixoto (Hotel Etalan)
  • Rua Getúlio Vargas (em frente ao Angeloni)
  • Rua Getúlio Vargas (perto do terminal
    rodoviário)
  • Esquina das ruas Getúlio Vargas e Estheria L. Friedrich
  • Esquina das ruas
    Marechal Deodoro da Fonseca e Gumercindo da Silva
  • Rua Marechal Deodoro da Fonseca (final do calçadão)
  • Esquina das ruas Marechal Deodoro da Fonseca e Domingos da Nova
  • Esquina das ruas Reinoldo Rau e Barão do Rio Branco
  • Esquina das ruas Reinoldo Rau e Domingos da Nova (perto da Rádio Studio FM)
  • Rua Quintino Bocaiúva (praça de eventos)
  • Esquina das ruas Coronel Procópio Gomes de Oliveira e Reinoldo Rau
  • Cruzamento da DPaschoal
  • Cruzamento do Autoposto Pérola (Ilha da Figueira)
  • Avenida Waldemar Grubba (rótula de acesso a Schroeder)
  • BR-280 (perto do Autoposto Marcolla)
  • Rua Ângelo Rubini (rótula da Malwee)

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.