Rodoviária de Curitiba continua sem câmeras até abril

Desde novembro de 2008 a questão da segurança da
Rodoviária de Curitiba se tornou alvo de discussão. O caso que levantou
a questão foi o assassinato da menina Rachel Genofre, de nove anos,
encontrada morta em uma mala, de baixo de uma escadaria da rodoviária.

Na época do crime a Urbs afirmou que uma licitação para a instalação de
equipamentos de segurança estava sendo feita e seria concluída em
breve. No entanto, a licitação para a escolha da empresa responsável
pela instalação das câmeras de segurança foi suspensa no dia 19.

Segundo o presidente da Urbs, Mascos Isfer, o processo licitatório foi
interrompido devido a questionamentos das empresas envolvidas. “As
empresas questionaram diversos aspectos técnicos do projeto, o que nos
levou a refazer o projeto”, declarou Isfer. O novo projeto deverá ser
concluído em breve e acontecerá por meio do pregão eletrônico. As
câmeras deverão ser instaladas em aproximadamente 60 dias, de acordo
com o presidente.

 

Origem: jornale.com.br

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.