Rodovias concedidas terão monitoramento eletrônico de tráfego

O Conselho Diretor da Agepar aprovou a implantação de sistemas eletrônicos de monitoramento do volume e da evolução do tráfego de veículos nas rodovias concedidas do Estado.

                                        

A resolução, publicada no Diário Oficial do Estado no dia 29 de agosto, regula e determina que em 180 dias o DER-PR implante, mantenha e opere sistema de coleta e armazenamento de dados de tráfego nos contratos que integram o Programa de Concessões do Estado.

O diretor-presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Infraestrutura do Paraná (Agepar), Antonio José Correia Ribas, entende que a contagem eletrônica do fluxo de veículos nas rodovias vai gerar informações para o planejamento e projetos futuros, como necessidade de duplicações, avaliações de níveis de serviço e restauração de pavimentos, além de servir para avaliação dos atuais contratos de rodovias concedidas.

As informações coletadas formarão um banco de dados que oferecerá subsídio para a análise de Fluxo de Caixa Marginal, que deverão ser consideradas pelo DER em futuras revisões de contratos de concessões. A medida já é utilizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) por recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU). 

origem: http://www.portaldaseguranca.com.br/noticias.php?artigo=1021

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.