Acesso remoto encontra ladrões de notebook

Mais uma quadrilha acabou sendo “vítima” dos próprios produtos roubados. Uma vendedora da Apple nos Estados Unidos conseguiu recuperar seu notebook usando a ferramenta de acesso remoto Back to My Mac.

Segundo o The New York Times, os ladrões entraram no apartamento da vendedora Kait Duplaga, localizado em Nova York, há duas semanas. Além de dois notebooks, levaram TVs, DVDs, games e iPods. Ela divide o apartamento com mais duas pessoas.

Enquanto a polícia investigava o assalto, Kait resolveu agir por conta própria. Com a ferramenta de acesso remoto, conseguiu ver que o Mac estava sendo usado e acionou a webcam do equipamento. Ela mostrou as imagens a alguns amigos que reconheceram o suspeito, alguém que havia estado numa festa dada no apartamento há algumas semanas. Eram amigos dos amigos dos amigos…

A polícia prendeu os ladrões e conseguiu recuperar praticamente tudo o que foi roubado. Está longe de ser a primeira vez que isso acontece. Lembra do caso dos ladrões de GPS que acabaram sendo localizados pelo próprio equipamento que roubaram? A vida para as quadrilhas de eletrônicos não anda fácil. Ainda bem.

Origem: http://info.abril.com.br/

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

[code]
Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.'[/code]

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.