Pais podem criar seus próprios sistemas de monitoramento em tempo real

Escutar o áudio deste artigo

Quem tem filhos sabe da importância de saber onde eles estão. Ao chegar na adolescência, os jovens querem independência e começam a sair para shoppings, cinemas e outros locais com amigos e colegas de escola. Esta independência carrega o peso da preocupação pela inexperiência dos jovens nas ruas aliada aos perigos diários.

Em 2021, o Brasil registrou 65.225 pessoas desaparecidas, um aumento de 3,2% em relação a 2020, de acordo com o 16ª Anuário Brasileiro de Segurança Pública. A taxa é de 30,7 por 100 mil habitantes, um número preocupante que compõem um dado ainda mais assustador de 369.737 pessoas desaparecidas nos últimos cinco anos. Neste universo temos 203 casos diários de desaparecimentos, muitos sem um final feliz.

Para quem deseja dar liberdade aos seus filhos e prima pela segurança, ter uma central de monitoramento exclusiva passou a ser uma realidade possível. O aplicativo da ztrax líder brasileira em equipamentos de monitoramento, permite a criação de uma própria central de monitoramento familiar, em que os próprios entes recebem alertas e tomam decisões:

Marcelo Lonzetti, diretor comercial da empresa, explica que o sistema precisa ser baixado tanto no celular do jovem quanto no aparelho dos pais ou responsáveis, é mantida a privacidade das pessoas, pois o app é ativado apenas quando o botão portátil é apertado.

“Quando acontece alguma situação de perigo, o botão de emergência pode ser acionado clicando 2 vezes seguidos e em poucos segundos, os responsáveis já recebem o alerta com a localização e podem tomar as medidas necessárias. O sistema também permite que o usuário seja monitorado enquanto o pânico estiver ativado”.

Botão acionado: e agora?
O sistema foi pensado para pais que não possuem uma empresa de segurança contratada para atender estes casos de emergência. Ao ser acionado, os pais podem ligar imediatamente para a polícia e abrir um chamado sobre o que está acontecendo:

“Esta tecnologia democratiza a segurança. Os pais podem contratar o aplicativo para ter mais tranquilidade quando começarem a liberar seus filhos para sair com seus amigos ou até mesmo sozinho. O tempo de reação do sinal é muito rápido, permitindo uma ação protetiva imediata.

Mas aconselhamos sempre que busquem uma empresa de monitoramento especializada em atendimento a pessoas físicas, pois dessa forma certamente o usuário terá um atendimento um protocolo pré-definido e por profissionais qualificados, com isso o botão passa a ser o ativado do alerta e informante do local do acionamento” reforça Marcelo Lonzetti.

origem: Pais podem criar seus próprios sistemas de monitoramento em tempo real – Paranashop

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.