Segurança eletrônica cresce com aumento da violência

O crescente aumento do índice de assaltos, roubos, sequestros e outros crimes, nos últimos anos, tem contribuído consideravelmente para o crescimento do setor de segurança eletrônica e patrimonial no país

Dados da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese) apontam um crescimento em torno de 20% ao ano em equipamentos, serviços de segurança eletrônica e faturamento anual de US$ 950 milhões. Várias empresas dos setores mais críticos para segurança foram eficientes na análise de riscos e no monitoramento de alarmes e imagens dos imóveis pela Internet, incluindo serviços complementares de vigilância e suporte técnico de altíssimo nível. As empresas de segurança pretendem levar toda experiência em segurança para outros setores corporativos, já que a prevenção ainda é a melhor maneira para evitar sequestros, assaltos e furtos, que têm deixado a sociedade cada dia mais assustada. O crescimento do setor de segurança no país trouxe, também, empresas pouco experientes e muitos aventureiros no mercado. A segurança tem de ser feita por empresas especializadas. Não basta instalar sensores e placas de monitoramento. A segurança eficiente começa na análise de riscos que só pode ser realizada por profissionais qualificados, de empresas idôneas.

origem: http://www.abese.org.br/clipping04-11-2013/default.htm#a4

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.