Inicia processo de cercamento eletrônico em Campo Bom

Uma ótima notícia para a segurança da comunidade campo-bonense: teve início o processo de implantação da tecnologia de cercamento eletrônico em Campo Bom. Os primeiros postes já começam a ser instalados em pontos estratégicos da cidade, contando ainda com a implantação das câmeras e do cabeamento. A previsão é que o todo processo esteja concluído até o final da primeira quinzena de dezembro, com a central de monitoramento, instalada na Brigada Militar, já operando as câmeras. Para isso, a central contará ainda com novo servidor para registro de imagens e novos monitores.

Segundo o prefeito Luciano Orsi, Campo Bom contará com 16 pontos com câmeras OCR, como parte desse processo que foi realizado em conjunto com mais cinco cidades da região pertencentes a Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos (Amvars). “A integração vai permitir melhor capacidade de pronta resposta em situações de crise, em operações conjuntas e em outros episódios que demandem a presença de efetivo das forças de segurança da cidade. Sabemos que essa será uma importante ferramenta tecnológica para aumentar a segurança em nosso município. Somada a recente criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública, irá agregar e aperfeiçoar todo trabalho que já estamos desenvolvendo junto as instituições de segurança da cidade e a comunidade como parte do projeto Avança Campo Bom, integrando as iniciativas do programa Campo Bom mais Segura”, define Orsi.
Rosalino Constante Seara, titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública, explica que o cercamento eletrônico é mais uma ferramenta para auxiliar no combate ao furto e roubo de veículos. “Quando um veículo em situação irregular passa por uma câmera do cercamento eletrônico, um alerta é emitido na central de videomonitoramento que ficará sob responsabilidade da Brigada Militar, que poderá abordar o veículo”, destaca.
Luciano explica que está em andamento o processo de licitação para contratação de uma empresa para a manutenção e locação de equipamentos de última geração e serviços de videomonitoramento e que, dentro desse processo, o número de câmeras de videomonitoramento deve mais que dobrar, passando de 16 para 36. “A Central de Videomonitoramento da BM de Campo Bom deverá ser ampliada e revitalizada, com locação de equipamentos com maior capacidade, incluindo novas telas de monitoramento, equipamentos de armazenamento de dados, servidores, estações de trabalho, entre outros”, conclui.
Crédito da foto: Fernando Santos

Origem: JR

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Guia do CFTV

 

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

 

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.