Sistema de monitoramento auxilia Polícia Civil a desmentir suposto caso de estupro

Escutar o áudio deste artigo

A Central de Segurança Integrada (CSI) da Prefeitura Suzano contribuiu para que a Polícia Civil descobrisse que um suposto caso de estupro registrado no último dia 12 (terça-feira) havia sido forjado pela até então vítima. As imagens captadas pelo sistema de monitoramento não mostram qualquer abordagem nos locais e nos horários indicados no depoimento às autoridades.

A partir do momento em que houve o comunicado do crime, que ocorreu no dia seguinte na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), um boletim de ocorrência foi registrado e um inquérito policial instaurado para apuração dos fatos. Segundo o BO, um indivíduo teria abordado uma mulher com uma faca na saída da Estação Suzano da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), e a obrigado a caminhar até a rua General Francisco Glicério e entrar em um veículo. De lá, teriam seguido ao bairro Jardim Casa Branca e depois à rodovia Índio Tibiriçá (SP-31), local em que ela teria sido violentada e depois abandonada.

Ao buscarem as imagens das câmeras da CSI junto à Prefeitura de Suzano, para corroborarem o depoimento da mulher e realizarem a reconstituição do caso, os investigadores não encontraram nenhum movimento suspeito que levasse ao crime. No momento em que os passos eram refeitos, no caminho entre a estação e a rua Glicério, nada do que havia sido contado pela vítima foi confirmado nos vídeos gravados.

Ao prestar depoimento na DDM depois dessas análises, a suposta vítima confessou que havia inventado a história do estupro. De acordo com o artigo 340 do Código Penal, ela pode responder por falsa comunicação de crime e ser condenada a até seis meses de detenção e pagamento de multa.

Em nota, a DDM informou que a depoente havia mentido e agradeceu à Prefeitura de Suzano por colaborar com as investigações por meio da CSI e ajudar a descobrir que o caso de estupro não era verdadeiro.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi, por sua vez, destacou a relevância do sistema de monitoramento suzanense. “Nossa proposta é justamente essa: contribuir para que as forças policiais que atuam na cidade solucionem os verdadeiros crimes e também as falsas denúncias. É importante destacar que a CSI funciona perfeitamente e agradeço a Polícia Civil por confiar no nosso trabalho de garantir a segurança da população”, destacou

origem: Sistema de monitoramento auxilia Polícia Civil a desmentir suposto caso de estupro | Suzano

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.