Sony vai lançar TV OLED

Depois de ter revelado um protótipo em Janeiro, no CES, a Sony quer ser a primeira empresa a comercializar televisores de tela com plano orgânico eletroluminiscente (OLED). A novidade chega ao Japão no final de 2007.

A gigante da eletrônica japonesa pretende lançar no final de 2007 os primeiros televisores de tela de plano orgânico electroluminiscente (OLED), declarou um porta-voz do grupo, no passado dia 11 de Abril.
O primeiro modelo com 11 polegadas (28 cm) terá 11 milímetros de espessura e uma resolução de 1,024 por 600 pixéis.
“Vamos produzir em massa e comercializar até ao fim do ano os modelos com 11 polegadas de diagonal, o que será uma estreia mundial”, anunciou à AFP Chisato Kitsukawa, diretor da Sony.
A empresa não avançou com mais detalhes, pelo que não se sabe quando é que a novidade chega aos restantes mercados, nem quanto irá custar.

OLED, abreviatura de Organic Light-Emitting Diode, é uma tecnologia criada pela Kodak em 1980 que permite produzir telas planas muito mais finos, leves e baratos do que os LCD.
Servindo-se de diodos orgânicos, compostos por moléculas de carbono que emitem luz ao receberem uma carga elétrica, o monitor auto-luminoso, muito contrastado, oferece uma vasta paleta de nuances.

Como não necessita de dispositivos de luz de fundo, o aparelho possui uma menor espessura e apresenta um fraco consumo elétrico.
Razões que fazem desta tecnologia – até agora utilizada em alguns modelos de pequenos aparelhos (como celulares ou rádios) – uma das mais promissoras para a próxima geração de televisores de alta definição.

Com este lançamento, a Sony espera conseguir recuperar a liderança perdida neste setor.
De recordar que a empresa tardou em fazer a mudança para os televisores LCD, perdendo assim a sua posição dominante para a Sharp, que apostou mais cedo na tecnologia e tem vindo a colher louros por essa estratégia.

A aposta no OLED poderá ajudar a Sony a recuperar quota de mercado já que lhe permite produzir aparelhos com uma imagem de excelência a um custo substancialmente mais baixo do que o de outros televisores de ecrã plano.
Ainda assim, a concorrência não dorme.
Para além da gigante japonesa, também a Samsung, a Seiko Epson e a Toshiba Matsushita estão a apostar em produtos semelhantes.

Origem: http://ciberia.aeiou.pt/gen.pl?p=comments&sid=id.stories/6743&fokey=id.stories/6743&pid=0&skin=id:ci&op=Reply

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.