Dourados pode ter câmeras no centro

No projeto, a Guarda Municipal entra com a mão-de-obra e a Prefeitura com os equipamentos. Está previsto que oito câmeras serão suficientes para fiscalizar a região central da cidade.

DOURADOS – Um sistema de Vigilância Eletrônica está sendo estudado para a região central de Dourados. Os detalhes estão sendo definidos pelo comandante da Guarda Municipal, Manoel Capilé.
Num levantamento que levou em conta a distribuição das ruas e a circulação de pessoas, a conclusão obtida é de que são necessárias oito câmeras gravadoras para coletar as imagens. Cada uma custa R$ 25 mil. “Uma câmera seria responsável por oito quadras. Ela pode ser movimentada em 360 graus, o que possibilitaria uma boa cobertura”, afirma Capilé.

Ainda de acordo com o comandante da Guarda, a Prefeitura entraria apenas com a mão de obra e ajudaria nas negociações com a iniciativa privada. Os empresários doariam a verba para a compra dos equipamentos e em contrapartida teriam mais segurança para trabalhar.

Esta não é a primeira vez que um projeto prevendo vigilância eletrônica é proposto em Dourados. Nas tentativas anteriores as idéias não saíram do papel, porque as câmeras teriam que ser adquiridas pelo município.

No mês passado, a presidente da Câmara Municipal Margarida Gaigher também fez proposta semelhante. “O que eu considero mais importante nesse projeto, além da manutenção da segurança é a diminuição do número de Guardas na região central. Com o sistema eletrônico a gente tem acesso a todas as imagens, a tudo que acontecer no centro. Os agentes podem dar maior assistência nos bairros do município. Outras cidades brasileiras já adotaram a novidade. O exemplo mais conhecido é o da capital da Inglaterra, Londres”, comenta.

Além do aumento da segurança, para o superintendente de trânsito e transporte, Oslon Estigarríbia Paes de Barros, o número de acidentes também pode diminuir. “Numa comparação com cidades que já colocaram câmeras de segurança, chegamos a conclusão de que as multas e os acidentes diminuem. Os motoristas se sentem vigiados e prestam mais atenção”, conclui.

A Guarda Municipal está elaborando o projeto oficial para apresentar ao Executivo e entrar em contato com a iniciativa privada nos próximos dias.

Fonte: http://www.progresso.com.br/not_view.php?not_id=26488

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.