Comércio de Balneário Camboriú investe em equipamentos de segurança

Balneário Camboriú, uma das cidades litorâneas mais procuradas de Santa Catarina, por turistas de vários estados e brasileiros e de outras nacionalidades, a cada temporada de verão cresce economicamente em vários setores.

Para acompanhar o crescimento da cidade, que tem população fixa que ultrapassa os 100 mil habitantes, os estabelecimentos comerciais investem na segurança. Na temporada de verão, o número de pessoas que circulam pela cidade chega a atingir um milhão. Segundo dados da prefeitura municipal, o orçamento consolidado em 2006 foi de 188 milhões, e para o próximo ano, está projetada a arrecadação de 209 milhões. Os 77 mil imóveis cadastrados na cidade renderam ao município em 2006, uma arrecadação de 33 milhões de IPTU neste ano e, para 2007, o valor será de 36 milhões.

Com tantas pessoas a circular no município, os crimes aumentam, tanto quanto a economia. De acordo com o delegado Ademir Serafim, nos meses de dezembro e fevereiro os crimes aumentam entre 30% a 40%, e no mês de janeiro, este número chega a dobrar. “São registradas normalmente cerca de 1500 ocorrências. Nos meses de temporada de verão estes números vão para 1800 a 2000 ocorrências mês”, comenta o policial. Um dado que Serafim destaca, é o número de homicídios registrados na cidade neste ano. Até o momento seis pessoas morreram vítimas de homicídio, contra 17 registrados no ano passado. “Esta é uma redução bastante significativa”, comemora.

Comércio
Atualmente Balneário Camboriú comporta 2300 estabelecimentos comerciais varejistas, e um total de 5 mil prestadores de serviços, que são farmácias, padarias, consultórios, entre outros, segundo dados fornecidos pela Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade. Com o aumento considerável da economia municipal, os estabelecimentos investem em segurança.

O comércio de produtos vendidos ao valor de R$ 1,99, aumenta a cada ano. A família de Mauro Martignone, de 19 anos, é proprietária de uma loja de 1,99 localizada na Avenida do Estado. O estabelecimento funciona no mesmo local há sete anos. Como o movimento da loja é muito grande durante todo o ano e, principalmente, na temporada de verão, os comerciantes resolveram apostar na segurança. Quatro câmeras foram instaladas na loja. “Um monitor ficou instalado no caixa da loja, e outro na nossa residência. Acompanhamos tudo de casa”, destaca Mauro. Recentemente, o jovem empreendedor flagrou pelo monitor a ação de um ladrão. “O rapaz colocou dentro de uma mochila três pacotes de cuecas. Tinha muito movimento na loja, na hora não vimos. Só depois que fomos olhar as imagens do dia”, comenta. Sobre a temporada de verão, Mauro comenta que o número de clientes quadruplica, e vai ser preciso ampliar a loja, e instalar ar-condicionado para receber ainda melhor os clientes.

Apesar de todo aparato de câmera instalada, segundo o comerciante Luciano Roberto Olinger, 37, proprietário da loja Santo Surf, localizada na Avenida Brasil, os criminosos estão bastante audaciosos. Na loja, que existe há seis anos, foram instaladas três câmeras de segurança. Mesmo com a precaução, o estabelecimento já foi assaltado duas vezes, ambos os roubos realizados durante o dia. “Deixei de vendar jóias em prata por conta dos roubos”, explica. Luciano diz que as jóias em prata, são produtos de valores mais altos, e que isto se torna um atrativo aos assaltantes. “Como são peças pequenas, eles levam a mercadoria sem chamar a atenção”, destaca.

Apesar do prejuízo deixado pelos criminosos, nos dois assaltos sofridos na sua loja, Luciano, que além das câmeras de segurança instaladas dentro da loja, tem um vigia contratado para trabalhar durante a noite, se mostra confiante de que a ação de criminosos vá diminuir nesta temporada de verão. “Estou botando fé na câmera de monitoramento instalada aqui na esquina”, diz. O comerciante se referiu a uma das 35 câmeras já instaladas em pontos estratégicos da cidade. Faltam apenas cinco a serem instaladas. A inovação é uma parceria entre município e estado.

A padaria Lombardo Pão Italiano que é vizinha à loja de Luciano, também já foi vítima de roubo e a ação do bandido foi flagrada por uma câmera instalada em cima do caixa. O assaltante, que era velho conhecido da polícia, foi reconhecido por policiais através das imagens. A padaria também já foi arrombada durante a madrugada por duas vezes. Em uma das ações, o criminoso era um ex-funcionário do estabelecimento, que foi preso em flagrante juntamente com seus comparsas.

Mais segurança

Marco Antônio Cortezi, proprietário da Cortezi Segurança, afirma que, com a proximidade da temporada, a venda de equipamentos de segurança chega a aumentar cerca de 30%. O número se refere principalmente a novos estabelecimentos que abrem com a chegada do verão “É muito difícil alguém abrir uma loja, e não colocar um alarme ou uma câmera” comenta.

Para o comerciante, grande parte dos muitos estabelecimentos consolidados em Balneário, já instalou os equipamentos de segurança e monitoramento. “Os comerciantes mais centralizados instalam câmeras e alarmes. Eles se preocupam com os pequenos furtos dentro das lojas. Alguns ainda, só instalam os equipamentos depois que são assaltados”, comenta.

Cortezi destaca também que o mercado de equipamentos de segurança e vigilância praticamente todo mês tem novidade, e que se pode igualar ao mercado da computação. “A área de equipamentos de segurança sempre está evoluindo”, assegura.

Fonte: http://www.jornaltribuna.com.br/policial.php?state=select&id_materia=19961

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.