Vendedor ataca ladrão para aparecer bem na web

Um empregado de uma loja de rosquinhas atacou um ladrão batendo nele com uma caneca. Dustin Hoffmann (o funcionário da loja) reagiu assim não para defender a loja, mas por medo de aparecer como um perdedor (looser) caso o vídeo fosse parar no YouTube.

O empregado da Dunkin’Donuts bateu no ladrão com a caneca de cerâmica utilizada para guardar as gorjetas, enquanto ele tentava levar dinheiro da loja em Elmwood Park, Estado de New Jersey, nos Estados Unidos.

“O que passou pela minha cabeça na hora foi que a gravação das câmeras de segurança ia me mostrar correndo, com medo, ou reagindo, então eu peguei a caneca e dei na cabeça dele”, disse Hoffmann ao jornal The Record.

O ladrão entrou na loja e pediu um lanche, na noite de sábado, de acordo com o chefe de polícia Donald Ingrasselino. Uma vez que Hoffmann abriu o caixa, o homem pulou o balcão e começou a pegar o dinheiro.

A polícia disse que Hoffman agarrou os pulsos do ladrão enquanto espancou-o na cabeça com uma caneca. O criminoso saiu correndo com apenas US$ 90, deixando para trás um boné, que está sendo utilizado pela polícia para coletar DNA.

Até agora ninguém foi preso. Hoffmann pretende publicar o vídeo da câmera de segurança em breve. “Existem poucos vídeos como este no YouTube e o meu será o melhor”, disse. “O ladrão vai aprender sua lição”, completou.

Origem: Terra

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.