Câmeras flagram ladrões e ajudam a diminuir a criminalidade

Todos os meses são vendidas mais de 11.500 câmeras de monitoramento no país. Em SP, criminalidade caiu 17% em área monitorada pelos equipamentos.

A cada mês, são vendidas mais de 11.500 câmeras de monitoramento no país, segundo cálculos das empresas de segurança eletrônica. Em São Paulo, o poder público aposta no flagrante do olhar eletrônico para combater a criminalidade. Só no ano passado, as ocorrências diminuíram 17% no Centro da capital.

Muita gente não nota a presença das câmeras. No Centro de São Paulo já são 44 espalhadas. Nas ruas monitoradas, o número de ocorrências caiu 17% no passado. Com um controle remoto, os operadores podem girar as câmeras, aproximar e afastar a imagem.

O Big Brother da segurança não se limita aos grande centros. No Litoral Sul do estado, as câmeras ajudam a prender os ladrões que assaltam banhistas. A vigilância eletrônica também combate o crime em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, onde ladrões de uma loja de colchões foram surpreendidos pela polícia com a prova do crime nas mãos.

O bairro de Vila Olímpia, na Zona Sul de São Paulo, tem um sistema de monitoramento que interliga dezenas de quarteirões. Uma central avisa os policiais quando acontece um problema. De 2000 para cá, o número de câmeras instaladas no país cresceu 400% – hoje são 750 mil olhos eletrônicos vigiando os brasileiros.

Origem: Globo G1

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.