Contra depredações, é instalada câmera em bebedouro

O terminal de água potável, conhecido como bebedouro, localizado no Parque Vitória Régia, próximo à Universidade de São Paulo (USP), foi reformado. Depredado e com pichações, o bebedouro foi fechado pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE) em julho do ano passado para reforma. Agora, foi reativado, mas será monitorado 24 horas por uma câmera instalada no local.

A medida visa coibir práticas inadequadas à higiene, que estavam ocorrendo no bebedouro. Havia relatos de que moradores de rua e garotas de programa lavavam roupas e até tomavam banho no local. A água do bebedouro, do aqüífero Guarani, é elogiada por muitos bauruenses que a preferem em detrimento da fornecida nas torneiras.

Para não fechar o terminal, onde muitos moradores pegam água para beber, o DAE resolver monitorar o espaço e pediu reforço da segurança pública. De acordo com o DAE, as torneiras do bebedouro são higienizadas duas vezes por semana mas, mesmo assim, algumas pessoas estão fazendo mau uso do equipamento com atos reprováveis, beirando ao vandalismo.

Visando preservar o local, o DAE solicitou à CPFL Paulista iluminação direta na área, melhoria que foi providenciada. Para intensificar a segurança no bebedouro do Vitória Régia, o DAE está solicitando às Polícias Civil e Militar que dêem especial atenção ao local, que registrou aumento significativo de usuários após o fechamento do bebedouro da Universidade do Sagrado Coração (USC). O DAE mantém um segundo bebedouro público, na Praça da Bíblia.

Origem: JCNet

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.