Sejusp vai ampliar segurança por câmeras em Cuiabá

Secretaria realiza este mês pregão para adquirir mais equipamentos que serão implantados nas ruas de Cuiabá e VG. Na Capital, previsão é de 51 a mais. 


A Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso (Sejusp)
pretende realizar ainda neste mês o pregão para ampliar o serviço de
vigilância eletrônica (VEM) para as vias públicas de Cuiabá e Várzea
Grande.

A concorrência pública estava prevista para o fim de julho, mas foi
adiada devido a questionamentos feitos pelas empresas interessadas.
“Estamos respondendo tecnicamente todos os questionamentos e esperamos
realizar o pregão ainda neste mês”, diz o coordenador do Centro
Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), major Cesar Viana
de Brum.

Com a contratação do serviço, serão instaladas 51 novas câmeras de
vídeo que irão compor o sistema de monitoramento eletrônico, em
funcionamento desde março de 2006 na região central da Capital.

Atualmente, são nove equipamentos instalados em ruas e avenidas como 13
de Junho, Getúlio Vargas, Barão de Melgaço e Tenente Coronel Duarte
(Prainha). Do total, duas câmeras estão em manutenção. “Logo serão
reinstaladas. Estamos sempre preocupados em colocar 100% de
disponibilidade”, destaca. As imagens são monitoradas 24 horas pelo
Ciosp.

Apesar da terceirização, o major Cesar Brum explica que o monitoramento
continuará sendo feito pela Polícia Militar. “Vamos receber a imagem
diretamente no Ciosp. O cidadão pode ter certeza que as imagens serão
visualizadas apenas pelos policiais”, afirma. “A empresa vencedora não
terá acesso”, acrescenta.

A contratação do serviço já conta com dotação orçamentária. As câmeras
serão instaladas em pontos estratégicos, que foram definidos levando-se
em consideração critérios técnicos estabelecidos pelo Ciosp.

Alegando que o processo de concorrência está em andamento e por questão
de segurança, o major Cesar Brum não quis informar os locais. “As
câmeras não ficarão escondidas, mas ostensivas (visíveis) nas ruas”,
pondera.

Com o aumento de câmeras, também será necessário ampliar o número de
policiais trabalhando. A idéia é chamar os policiais da reserva. O
retorno de PMS reformados é previsto na Lei Complementar 279, de 11 de
setembro de 2007. A partir da realização do pregão, o prazo para
instalação é de 90 dias.

Conforme o major Cesar Brum, a partir da contratação da empresa será
analisado o custo-benefício e se existem boas chances do sistema ser
ampliado para outros municípios. “O Estado também está aberto a
parcerias”, observa.

Na época da instalação dos equipamentos na região central, a Sejusp
levou em consideração o volume de circulação de pessoas diariamente e a
quantidade de ocorrência de pequenos delitos, como furtos e danos ao
patrimônio.

A proposta do sistema eletrônico é a de integrar as
informações capturadas pelas câmeras ao policiamento ostensivo da PM
nas ruas, de forma a prevenir os delitos ou crimes através de uma
resposta mais rápida na abordagem de suspeitos.

 

Origem: http://www.diariodecuiaba.com.br/

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.