CFTV para inspeção em tubulações

Santos: Milhares de pessoas puderam conhecer de perto e participar,
ontem (segunda 26), da entrega do Parque Municipal Roberto Mário
Santini, no emissário submarino, José Menino, inaugurado pouco depois
da 12h30 pelo governador José Serra e pelo prefeito João Paulo Tavares
Papa, como o ponto alto das comemorações pelo 463º aniversário de
Santos. O parque tem área de 42.766 m² e foi construído com recursos da
ordem de R$ 6,8 milhões provenientes da prefeitura e do Estado.

O evento marcou o fim de 30 anos de inúmeras batalhas judiciais e uma utilização inadequada da plataforma, que não condizia com os interesses e necessidades da população santista, conforme ressaltou o prefeito durante a solenidade de entrega. “A partir de hoje teremos aqui um parque para atividades esportivas, lazer e recreação à altura desta cidade, com excelentes condições de acolher com muito orgulho os santistas e turistas de qualquer parte do mundo”.

A beleza e a variedade de espaços para o lazer também foram pontos destacados pelo governador. Conforme enfatizou, trata-se de um equipamento democrático, que surge para oferecer às pessoas de todas as idades, oportunidade para a prática esportiva e o lazer. Serra também elencou os vários investimentos do Estado na área Metropolitana da Baixada Santista e reafirmou que o túnel ligando Santos a Guarujá será construído.

O descerramento da placa de inauguração teve também a participação dos filhos e esposa do homenageado Roberto Mário Santini, ex-diretor presidente do Sistema A Tribuna de Comunicação, falecido há dois anos.

Entre os muitos agradecimentos, o prefeito destacou a “importante parceria e os bons entendimentos havidos com o governo federal, por meio do Ministério do Planejamento e do Ibama”, uma vez que a área do emissário pertence à União, “com o governo do Estado em todas as suas áreas estratégicas voltadas a Santos, e com o Poder Judiciário, em especial na pessoa da juíza federal Alessandra Aguiar Aranha, que acompanhou durante anos o processo da plataforma e como santista acreditou no projeto de urbanização”.

– Espaço multiuso:

O projeto do parque é de autoria do arquiteto Ruy Ohtake e tem como destaque a escultura comemorativa dos 100 anos da imigração japonesa feita pela artista plástica Tomie Ohtake, ambos presentes à inauguração.

O Parque Municipal Roberto Mário Santini recebeu terraplanagem, instalação de estruturas, paisagismo e tem vários espaços para a prática de esportes, como pista profissional de ‘skate’ com 1.100 m2, ciclovia, ‘playground’, mesas ao ar livre para jogos, além de Museu do Surfe, arquibancada com capacidade para 600 pessoas junto ao quebra-mar, gibitecas e áreas de convivência.

Em atenção à necessidade de resgates no mar e outros atendimentos emergenciais, o equipamento ainda conta com um heliponto, além de pistas para corrida e caminhada. O projeto também atende às normas de acessibilidade para pessoas com deficiência.

– ‘Canal Limpo’:

Logo após a inauguração do parque, o presidente da Sabesp, Gesner Oliveira, e a secretária de Saneamento e Energia, Dilma Seli Pena, assinaram o convênio com a prefeitura denominado programa ‘Canal Limpo’. O acordo prevê investimentos de aproximadamente R$ 9 milhões por parte da Sabesp e inclui um conjunto de ações voltadas à retirada dos esgotos lançados nos canais por deficiência da rede ou clandestinamente.

As iniciativas serão conduzidas pela empresa e pela administração municipal, utilizando as mais modernas tecnologias disponíveis, tais como inspeção de tubulações por meio de televisionamento, consertos da rede coletora de esgotos (onde todas as etapas do serviço serão acompanhadas de inspeção por circuito fechado de televisão), desassoreamento e limpeza de redes e estações elevatórias com equipamentos de alta eficiência e sucção a alto vácuo para remoção de resíduos.

A Sabesp e a Cetesb, em conjunto com a prefeitura, farão o acompanhamento da evolução da balneabilidade das praias e da qualidade da água dos canais, com coleta e análises realizadas em laboratórios próprios. Com base nas análises e nos parâmetros que caracterizam efluentes domésticos e não-domésticos, serão também televisionadas as galerias de águas pluviais que fazem o lançamento nos canais. O convênio envolverá trabalhos nos 22,5 km dos 19 canais de Santos que drenam as águas pluviais para as praias e terá duração de 24 meses, período no qual os resultados serão avaliados.

Por: Depto. Imprensa – Prefeitura Municipal de Santos

 

Origem: http://www.clicklitoral.com.br

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

 

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.