Câmeras flagram cenas de violência em Porto Alegre

Equipamentos de vigilância confirmam onda de assaltos contra pedestres no Rio Branco, área nobre da Capital gaucha.

Uma jovem caminha em uma calçada da Rua Cônego Viana, numa região de casas e edifícios vistosos do Rio Branco, bairro nobre de Porto Alegre. São 19h. Em segundos, a estudante é atacada por um homem que desce da carona de uma moto, a derruba e rouba sua bolsa. Atordoada, ela grita por socorro. Ninguém sai para ver ou acudir.

As cenas do ataque à jovem foram registradas por câmeras de segurança de um dos prédios localizado na rua que, a exemplo de outras vias próximas ao IPA, se transformou em território do perigo. Só naquela noite foram três os assaltos na região.

Os ataques se tornaram frequentes entre a Cônego Viana e a Joaquim Pedro Salgado, a Rua do IPA. Assaltantes ficam à espreita dos estudantes que saem ou entram na univesridade.

– São motoqueiros ou grupos de meninos. Eles fazem o levantamento, estudam a situação e depois, quando a rua está com pouca gente, atacam as pessoas. Ouço gritos todas as noites, às vezes, vejo o assalto – comenta a dona de casa Salete Nicolau, que mora na esquina das duas ruas.

Assista a imagens do assalto à estudante

Salete reclama que policiais militares só fazem ronda de vez em quando, principalmente se há reclamação.

Nem seguranças escapam dos criminosos. O guarda Rodrigo S., que é funcionário do IPA e também faz rondas numa rua próxima, foi assaltado às 18h45min de um dia de dezembro, quando o sol ainda estava alto no horizonte. Dois homens em uma moto encostaram ao lado dele, sacaram um revólver e o obrigaram a entregar um computador portátil e um celular. O notebook não estava pago e até hoje Rodrigo tem de saldar as prestações, mensalmente, sem usufruir do bem.

O furto de veículos é outra praga nas imediações do IPA. Há cerca de duas semanas, um furgão Fiorino foi levado por ladrões quando estava estacionado na Cônego Viana.

Os criminosos encostaram um carro vermelho em frente à caminhonete e esperaram por cerca de 15 minutos, enquanto estudantes iam e vinham pela calçada. De repente, um dos delinquentes saiu do automóvel, abriu o furgão com uma chave falsa, fez ligação direta e fugiu com o veículo, tendo o carro vermelho como escolta. Tudo foi gravado em câmeras de vídeo de um edifício próximo.

Delegado da 10ª Delegacia da Polícia Civil, Ajaribe Rocha Pinto reconhece que há muitos registros de furtos e roubos na região. Ele afirma que os investigadores estão trabalhando para tentar identificar os criminosos que vêm infernizando a vida de moradores e frequentadores da área e pede que a população colabore com a polícia.

– Todas as informações são bem-vindas, inclusive essas imagens gravadas em vídeo – ressalta Pinto.

 

Origem: Zero Hora

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.