Monitoramento por câmeras será estendido em Aracaju

A
Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) vai iniciar a ampliação
do sistema de monitoramento por câmeras que vem sendo feito através de
16 câmeras no Centro de Aracaju. O secretário Kércio Silva Pinto
assinou na manhã desta sexta-feira, 8, um contrato para implantar mais
nove câmeras ao longo da avenida Francisco Porto, no Salgado Filho,
onde se concentram dezenas de bancos, postos de combustíveis,
restaurantes e lojas diversas.

O
novo termo prevê um investimento de mais R$ 564 mil, que serão somados
ao R$ 1,01 milhão investido na primeira fase do projeto. Segundo Kércio
Pinto, as novas nove câmeras passarão a funcionar num prazo de 30 a 60
dias. Cada aparelho é capaz de auxiliar no patrulhamento visual num
raio de até 1 km. Quando algo de suspeito é detectado, os operadores
acionam equipes que estão de serviço na localidade e atendem à
ocorrência, explica o secretário.

O
serviço de monitoramento eletrônico foi iniciado no último dia 2 de
abril e vem ajudando a Polícia Militar e a Polícia Civil a inibir
crimes e a identificar possíveis infratores na capital. A central de
acompanhamento das imagens e de contato com equipes de rua funciona no
Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp 190), onde o
Governo de Sergipe unificou o atendimento de chamadas de emergência
para unidades policiais e dos bombeiros.

A
reunião também contou com a participação dos diretores comercial e de
tecnologia da empresa baiana Flashnet, José Antônio Gussen e marcone
Cerqueira. A firma atua no campo de telecomunicações e engenharia e
está sendo a responsável pela prestação dos serviços de instalação de
câmeras de vídeo para o projeto da SSP. Além do Centro e do Salgado
Filho, o projeto deverá ser ampliado para os bairros Siqueira Campos e
Jardins, além da Orla de Atalaia.

Segundo
o assessor técnico da SSP Nelson Nascimento, que coordenou a criação do
CFTV, a central possibilita o monitoramento 24h pelos profissionais da
segurança pública. As câmeras servem como os olhos da polícia,
identificando os suspeitos de crime com maior rapidez e direcionando o
efetivo para o local mais exato possível. Trata-se de um projeto
moderno e atualizado, que permite oferecer às forças policiais o uso de
tecnologia de ponta, destaca.

Tecnologia

Cada
câmera permite ampliação da imagem em até 35 vezes, sendo 25 em zoom
óptico e 10 em digital, o que significa um alcance de aproximadamente 1
km. Segundo Nelson Nascimento, as imagens são captadas e transmitidas
em tempo real, via ondas de rádio, para uma estação rádio-base e
remetidas para o Centro de Monitoramento e Controle, instalado no
prédio do Ciosp, localizado na avenida Maranhão, bairro Bugio.

“A
própria câmera consegue tratar a imagem captada e enviá-la para o
Centro de Monitoramento e Controle, onde o operador vê toda a
ocorrência, sem ter nenhum tipo de fragmento ou atraso na imagem. Em
períodos de grande aglomeração, durante as festas juninas ou
carnavalescas, há condição de os postes onde as câmeras estão
instaladas serem retirados e levados para outras áreas, de acordo com a
necessidade”, reforça o assessor.

Segundo
o diretor da Flashnet José Antônio Gussen ressaltou que a empresa já
possui montou uma equipe em Aracaju para preparar a infra-estrutura de
mais esta fase do projeto de monitoramento urbano, montando as bases de
fixação dos equipamentos em postes e prédios públicos na área que vai
ser monitorada no Salgado Filho, da mesma forma que foi feito no Centro
comercial da cidade. Vamos também treinar mais operadores para
controlar as câmeras, disse.

 

Origem: FAXAJU

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.