A história e a evolução da Informática no Brasil

No final dos anos 50, os computadores incrivelmente grandes – os mainframes – despertavam a curiosidade e causavam espanto por sua capacidade de armazenamento e velocidade no processamento de informações. Utilizados geralmente em universidades ou instituições públicas, os únicos espaços capazes de comportá-los, eram impossíveis de serem transportados, e caríssimos.

Essa cena remota marca o início da história da informática no Brasil, quando os primeiros computadores chegavam aqui, importados dos Estados Unidos. O tempo passou e os cientistas da informação brasileiros conseguem produzir o primeiro computador originalmente nacional, o Cobra 530, que chegou ao mercado em 1980. Fabricado pela COBRA – Computadores e Sistemas Brasileiros Ltda, primeira empresa a desenvolver, produzir e comercializar tecnologia genuinamente brasileira na área de informática. Era um computador de uso pessoal, e passou a ser vendido em lojas de departamento de cama, mesa e banho. Foi o primeiro passo rumo à criação de uma indústria de eletrônica digital no país.
Um ano antes, foi criada uma Secretaria Especial de Informática no país para gerenciar todos os assuntos relacionados à informática. O Cobra 530 só emergiu para o público graças aos esforços da USP – Universidade de São Paulo. As possibilidades de construir uma máquina desse nível para o mercado ganharam força quando a PUC do Rio de Janeiro entrou como parceira em um projeto que buscava criar hardwares e softwares para a Marinha.
Crise e renovação
Na segunda metade dos anos 80, o aumento dos preços diante dos sucessivos planos econômicos descapitalizou muitas empresas brasileiras, especialmente com o fim da reserva de mercado da informática. Grandes conglomerados mundiais da computação chegaram ao Brasil, e muitas empresas nacionais da área acabaram. Como solução para a crise no setor, a Cobra mudou de área de atuação, e se tornou integradora de soluções tecnológicas e prestadora de serviços.
Em 1984, outros passos foram dados rumo ao avanço da informática no Brasil. Criou-se a Política Nacional da Informática com o intuito de reverter o atraso tecnológico no qual o país estava imerso, quando comparado a outros países.
No Brasil, a internet começou a ser utilizada em 1988, quando o Laboratório Nacional de Computação Científica conseguiu fazer uma conexão com a Universidade de Maryland, por meio do acesso à BitNet – uma rede que possibilitava a troca de mensagens em tempo real. No ano seguinte, a Universidade Federal do Rio de Janeiro também se conectou a essa mesma rede, abrindo espaço para a criação da Rede Nacional de Pesquisa, que forneceu acesso à internet para 600 instituições, já na década de 90.
Século XXI
Nos dias atuais, o Brasil pode ser considerado uma das grandes referências em tecnologias de informática e de eletrônicos, alcançando posições semelhantes às nações consideradas de primeiro mundo. O avanço em Big Data e mobilidade, por exemplo, é apenas um reflexo de como o país tem utilizado as tecnologias de informação em prol do progresso em diversos setores, incluindo corporações e instituições de ensino.

origem: http://noticias.r7.com/dino/tecnologia-e-ciencia/a-historia-e-a-evolucao-da-informatica-no-brasil-06032015

Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.