Governo Federal financia fábrica de chips no RS

Na tentativa de reaquecer um setor há muito tempo esquecido, o Governo Federal, por intermédio do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), deve investir cerca de R$ 200 milhões para que o Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec) comece a fabricação de semicondutores, no início de 2008.

Com investimento de R$ 200 milhões, Ceitec deve iniciar fabricação de semicondutores em 2008

Na tentativa de reaquecer um setor há muito tempo esquecido, o Governo Federal, por intermédio do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), deve investir cerca de R$ 200 milhões para que o Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec) comece a fabricação de semicondutores, no início de 2008.

Desde 2003, o Ceitec atua como design house, sendo responsável pela concepção e pelo design de chips. A fabricação deverá ser realizada no próprio site do Centro, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em instalações que se econtram em fase final de construção.

Além do Ceitec, que deverá realizar o ciclo completo de fabricação de semicondutores – do design à montagem de módulos – hoje, apenas uma empresa brasileira tem este potencial, a Aegis Semicondutores.

Segundo a assessoria de imprensa da instituição, o Ceitec não produzirá chips para computadores, laptops e celulares, equipamentos que exigem tecnologia de estado da arte. Os chips que serão fabricados devem ser utilizados em televisores, inclusive digitais, e em equipamentos de transmissão das emissoras, na indústria automobilística, em sistemas para a área de segurança e para a agropecuária.

Segundo Pedro Alem, cordenador da área de tecnologia da informação e comunicação da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), as verbas para a realização da fábrica têm vindo apenas do Governo Federal. “O Ceitec recebeu colaborações mas o investimento na fábrica é essencialmente do poder público.”

Atualmente, os semicondutores figuram como agentes de peso no desequilíbrio da balança comercial. Em 2006, foram gastos US$ 3,3 bilhões em importação de chips.

Fonte: http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=29122

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.