O Santuário Nacional de Aparecida implanta o VMS de plataforma aberta da Milestone Systems

A maior catedral católica romana do mundo, a Basílica de Aparecida, tem uma área de 72 mil m² e está localizada no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida, Brasil. O complexo abrange 1.300.000 m² no total, sendo 143 mil m² de área construída e recebe mais de 12 milhões de visitantes por ano.

No Santuário também se encontra a bandeira de Hotéis Rainha, composta pelos hotéis Rainha do Brasil, o único 4 estrelas de Aparecida, que conta com 330 apartamentos distribuídos em 17 andares. Em 2021 foi inaugurado o Hotel Rainha dos Apóstolos, categoria 3 estrelas, localizado nos jardins da Cidade do Romeiro, com 9 andares que abrigam 170 apartamentos. Além disso, existem ainda um complexo comercial com lojas, farmácias e restaurantes que precisam ser monitorados continuamente. Ao todo, a catedral, os hotéis e o complexo comercial recebem mais de 200 mil visitantes em alguns fins de semana.

Para garantir a visita tranquila e segura de um número alto de devotos em um complexo de grandes dimensões, proteger o valioso acervo do Museu Nossa Senhora Aparecida, realizar o controle de acesso e organização dos estacionamentos, o Santuário Nacional de Aparecida precisava de um Software de Gerenciamento de Vídeo (VMS) escalável e aberto, para facilitar futuras integrações, e que estivesse pronto para crescimento futuro e possibilitasse centralizar os sistemas da Basílica e do hotel que faz parte do complexo num sistema único.

A plataforma aberta Milestone System substituiu o sistema de segurança antigo utilizado do Santuário que não permitia escalabilidade e integração rápida com novas câmeras e software.


A SOLUÇÃO: implementação de um novo sistema, utilizando o software XProtect® da Milestone, na versão Corporate, que garante maior flexibilidade e escalabilidade, graças à sua plataforma aberta.

A implementação do sistema ficou a cargo da SilliS – Security Intelligence, empresa brasileira que atua nos segmentos de telecom, broadcast e desenvolvimento de aplicações. Marcel Minotelli, diretor técnico da Sillis e responsável pelo projeto, conta que escolheu a solução da Milestone porque ela oferece mais opções de ferramentas e customizações. Além disso, existe a possibilidade de integrar futuramente com outros sistemas, como o controle de acesso.

O sistema conta com um videowall localizado no Santuário, que é gerenciado pelo o SmartWall (aplicação do XProtect) composto por 6 monitores de 55 polegadas em uma central de monitoramento que pode abrir até 65 câmeras simultâneas, sendo monitoradas por 4 operadores em estações distintas. No Hotel Rainha há uma central com 3 monitores operando 24 horas por dia.

No projeto foram instaladas 437 câmeras da Axis Communications, totalizando 40 modelos diferentes, escolhidas dependendo do uso específico de cada ponto instalado. A SilliS tem hoje mais de 30 projetos com plantas diferentes montadas para monitoramento do complexo.

AS VANTAGENS:

O uso da função SmartSearch do software, que realiza busca forense inteligente, trouxe grande agilidade e economia de tempo da equipe dos operadores, na busca das gravações. Com os sensores de movimento habilitados nas câmeras, eles podem utilizar o filtro de pesquisa por movimento.

A integração com as câmeras da Axis Communications, por meio do Axis Optimizer, possibilita agora manipular as câmeras diretamente da aplicação, mudando foco, cor ou removendo a água da chuva que se acumula na cúpula dos dispositivos.

O sistema está preparado para receber até mais de 800 câmeras, ou seja, 400 câmeras adicionais às instaladas atualmente.

A ferramenta permitiu a solução de um problema que o complexo enfrentava. O Edifício PEMSA, que fica na parte externa do Santuário, no centro antigo da cidade de Aparecida, tem banda limitada, o que dificulta o acesso às câmeras. Agora a gravação das imagens é feita em um servidor on-premise que grava localmente. Utilizando a solução Interconnect da Milestone Systems, as câmeras podem ser acessadas por um link de Internet com VPN para o Santuário, evitando assim o consumo de banda excessivo.

Marcel salienta ainda as vantagens da integração de alto nível com AD (Active Directory): “Sabemos que muitas aplicações possuem integrações com AD, mas no caso da Milestone a integração é de alto nível”.

O sistema não tem processos agendados para baixar lista de usuário e atualizar sua base, todas as requisições com AD são online e instantâneas, o que facilita muito a gestão. Além de agregar uma gestão de grupo que simplifica a unificação das permissões e oferece maior agilidade e segurança nas alterações.

O sistema de VMS Milestone Systems ajuda muito no controle de acesso de veículos, no planejamento e na organização da ocupação dos estacionamentos, que recebem milhares de automóveis a cada dia. São veículos de passeio, motorhomes, ônibus de caravanas e romarias, além de caminhoneiros.

O controle contabiliza os números e busca a acomodação correta e rápida, direcionando para o local adequado, visando não deixar nenhuma vaga desocupada para poder atender o maior número possível de visitantes. Nos fins de semana são 1600 ônibus dentro do estacionamento e mais 1500 que param no exterior do complexo.

Há um grande desafio e o sistema de monitoramento ajuda porque os recursos são limitados para estarmos em todos os locais, mas o sistema de vídeo nos ajuda a monitorar onde não estamos presentes fisicamente”.

O sistema também ajuda a localizar possíveis lugares livres dentro da Basílica nos dias cheios, garantindo que todos os devotos possam assistir às missas. Assegura ainda que qualquer incidência seja atendida prontamente, como visitantes que se sentem mal em dias extremamente quentes.

Além disso, permite a realização de checkpoints durante situações que podem gerar algum risco, como o acesso de veículos de manutenção em áreas onde há tráfego de devotos, o que poderia gerar acidentes.

Para Marcos Silva, gerente de segurança patrimonial do Santuário de Aparecida, a adoção da plataforma Milestone, em parceria com as câmeras da Axis Communications, trouxe ganho de funcionalidade.

O principal objetivo de uma central de segurança na redução do risco é a tomada de decisão com base na assertividade. Se ela sabe onde está acontecendo a ocorrência, o número de pessoas envolvidas, as características da ocorrência, ela pode abrir as câmeras e visualizar em tamanho maior. É possível conectar outras câmeras relacionadas à gestão dessa ocorrência e a partir dessa análise minuciosa, tomar uma ação”.

origem: Agência de Marketing de Entrada B2B – Signalis Group

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br



Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.