Polícia britânica pede ajuda à Interpol para mortes em série

A polícia britânica, que está tentando montar o quebra-cabeça dos assassinatos de prostitutas na cidade inglesa de Ipswich, pediu ajuda à Interpol para deter o suposto serial killer, que pode ter saído do país. Além disso, mobilizou 500 pessoas para trabalhar no caso, informou a imprensa britânica neste domingo.

O comissário encarregado da investigação, Stewart Gull, indicou que “360 pessoas das forças da polícia, membros de 31 departamentos, chegaram à cidade para ajudar a polícia do condado de Suffolk”. “No total há 500 efetivos mobilizados”, declarou Gull em entrevista a um canal de televisão.

Os investigadores, que pediram qualquer tipo de informação aos cidadãos sobre os últimos deslocamentos das cinco mulheres assassinadas, receberam mais de 10 mil telefonemas, dos quais 60 após a divulgação na sexta-feira das imagens de uma das vítimas, Anneli Alderton, captadas em 3 de dezembro pela câmera de segurança de um trem.

A investigação está verificando agora 10 mil horas de imagens de câmeras de segurança para tentar reconstituir os últimos passos das vítimas.

Fonte: http://jc.uol.com.br/2006/12/17/not_126939.php

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.