Imagens do SIM são utilizadas como provas em processos criminais

Escutar o áudio deste artigo

As imagens gravadas em Santos pelas câmeras do Sistema Informatizado de Monitoramento (SIM), instalado pela Prefeitura, estão sendo utilizadas como provas em processos criminais. Isso porque, a tecnologia do programa utilizado na gravação — que ganha uma marca d´água à prova de fraudes — garante a autenticidade das imagens por meio de um certificador, impedindo eventuais cortes, montagens ou edições. Conforme a Secretaria Municipal de Segurança, desde a inauguração do SIM, há cinco meses, o Poder Judiciário e as Polícias Militar e Civil já solicitaram cópias de 20 diferentes ocorrências.

O secretário municipal de Segurança, Renato Perrenoud, explica que o dispositivo anti-fraude representa um grande avanço no combate à criminalidade, sendo que Santos é o único município da Baixada Santista que o utiliza. “Como não há a possibilidade de edição das imagens, os infratores ficam impedidos de alegar que houve montagem. Muitas vezes, a câmera registra a ocorrência, mas antes da abordagem policial, o autor consegue se livrar da prova, que pode ser uma arma ou drogas. Com a seqüência de imagens gravadas, é possível comprovar o ato ilícito, caracterizando o flagrante”, informou.

O SIM também já auxiliou as polícias Civil e Militar na detenção de criminosos foragidos que cometiam delitos registrados pelas câmeras. Ao serem detidos, foram identificados e encaminhados à Justiça. Os autores de furtos, roubos e atos de violência e vandalismo também foram encaminhados às delegacias.

Inaugurado em dezembro de 2006, o sistema dispõe de 25 câmeras instaladas na orla e no Centro e de uma unidade móvel, que capta imagens em eventos externos e locais de concentração de público. São equipamentos de alta resolução, totalmente blindados, que alcançam até 800 metros de distância, girando horizontalmente a 360 graus e verticalmente a 180 graus.

Na Central de Monitoramento, guardas municipais, guardiões-cidadãos, agentes da CET e policiais militares se revezam 24 horas diante de 18 telas e acionam as equipes de rua cada vez que um problema é identificado.

– Cobertura ampliada:

O SIM vai ganhar mais cinco câmeras no Distrito Industrial da Alemoa. Com isso, será possível monitorar não apenas a área das empresas ali instaladas, como também a ligação rodoviária de Santos com o Sistema Anchieta-Imigrantes, registrando imagens de veículos ocupados por criminosos em fuga. Além de ser mais um apoio ao trabalho das polícias, a ampliação do sistema vai fechar a cobertura dos pontos de entrada da Cidade, uma vez que a ligação com Guarujá, via balsa, e a Divisa com São Vicente, na praia do José Menino, já são alcançada pelo SIM.

A expansão para a Alemoa está sendo viabilizada por meio de um convênio da Prefeitura com a Associação das Empresas do Distrito Industrial e Portuário da Alemoa (AMA), que possibilitará a expansão do SIM para a Alemoa Industrial. Serão instalados mais 7 Km de rede de fibra óptica na Infovia. Na Zona Leste, o projeto foi realizado em parceria com o Banco do Brasil, sempre com o apoio da CPFL, que liberou seus dutos para a passagem da rede.

A Prefeitura vem mantendo contato ainda com a Codesp e a Ecovias para ampliar a cobertura do monitoramento em áreas de movimentação de carga, o que garantirá maior segurança aos setores que atuam com transportes e comércio exterior.

Fonte: http://www.clicklitoral.com.br/04620.html

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.