Amazonas expande monitoramento por câmeras IP

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, na região norte do País,
planeja ampliar seu projeto de videomonitoramento. O órgão pretende adquirir 170
novas câmeras IP, que irão se somar às 232 já instaladas. A idéia é intensificar
a vigilância nas principais vias da capital Manaus e oferecer mais segurança à
população da região (mais de 1,7 milhão de habitantes). Segundo a Secretaria, a
criminalidade caiu 70% nos locais monitorados por câmeras. 

O projeto, que começou em 2006, terá investimentos totais de cerca de R$ 8
milhões. A central de monitoramento funciona de modo ininterrupto e utiliza o
sistema Apolo, desenvolvido pela Eyes nWhere. As câmeras foram fornecidas pela
Axis Communications e, com a ampliação, a cidade passará a contar com uma câmera
instalada a cada 530 metros. Cada uma delas realiza o trabalho preventivo de
aproximadamente 20 policiais.

"Quando precisamos mudar algumas câmeras de lugar, as pessoas querem saber o
porquê. Ao contrário do que se possa imaginar, os cidadãos não vêem nas câmeras
a perda de privacidade. Eles se sentem protegidos", conta o gerente de
telemática da Secretaria, Ari Gomes Firmino. De acordo com ele, não houve nenhum
registro de vandalismo sobre o sistema até o momento.

 

Origem: Convergência Digital

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.