Câmeras ajudam na prisão de responsáveis por arrastão em Belém

As imagens gravadas por uma câmera de
segurança do Centro Integrado de Operações (Ciop -190) instalada na
ponte do Barreiro foi importante para que a Polícia Militar colocasse
atrás das grades assaltantes de uma quadrilha de cerca de 15 bandidos,
que realizou um violento “arrastão” no final da tarde de sábado, na
avenida Pedro Álvares Cabral, no bairro do Barreiro, em Belém.

Vários
motoristas que trafegavam pela avenida Pedro Álvares Cabral, próximo à
ponte do Galo, foram abordados pelo grupo, que bloqueou a passagem dos
carros e anunciou os assaltos. Porém, a ação da quadrilha estava sendo
registrada por uma câmera de segurança do Ciop que monitora a área.

As
imagens mostram o grupo surgindo e ocupando a ponte do Barreiro,
apontando armas, atirando e parando todos os veículos que passavam no
momento. Enquanto uns bloqueavam a pista, outros roubavam os pertences
das vítimas. Tudo isto em plena luz do dia.

Imediatamente, o
comando da Polícia Militar no bairro foi informado e policiais das
viaturas 2248, sob o comando do aspirante Gaudêncio, e 2137, com os
cabos Gillard, Fábio Santos e soldado Oliveira, iniciaram uma caçada
aos criminosos. Cinco deles foram presos ainda nas imediações do local
do arrastão e foram identificados pelas vítimas com apoio das imagens
do Ciop.

Cinco suspeitos de participar do roubo foram presos na
passagem Cabral, perto da ponte do Barreiro. As vítimas reconheceram
todos os presos, quatro deles adultos e um adolescente de 16 anos, o
qual foi encaminhado para a Divisão de Atendimento ao Adolescente
(Data), da Polícia Civil.

Foram presos: Marlon Iba Braga de
Queiroz, de 19 anos; John Wayne Alamar Coutinho, 22 anos; Johnisson
Wallysson Malcher Dias, 19; e Maike Monteiro Palheta, 21. Eles foram
autuados em flagrante por assalto à mão armada (artigo 157 do Código
Penal) e formação de quadrilha pelo delegado Goldemberg Nascimento, na
Seccional da Sacramenta.

De acordo com as vítimas e o próprio
registro das câmeras, pelo menos três deles estavam armados de
revólveres e chegaram a disparar para o alto para intimidar as vítimas,
que perderam, além de carteiras com documentos e dinheiro, um notebook,
um som automotivo, joias, uma mochila e dois telefones celulares.

Apesar
do reconhecimento das vítimas, os acusados negaram participação no
assalto. Segundo a Polícia Civil, um dos presos, Marlon Queiroz, é o
único que tem passagem pela polícia. Eles estão presos na carceragem da
Seccional da Sacramenta, à disposição da Justiça.

 

Origem: Diário do Pará

 
Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Importante:

‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.