Monitoramento com câmeras ajuda a reduzir acidentes na Ponte Rio-Niterói

Segundo a PRF, redução é de quase 60% após videomonitoramento.
Câmeras foram instaladas em 210 km da BR-101, incluindo a ponte.

Um sistema de videomonitoramento tem ajudado a reduzir o número de acidentes na Ponte Rio-Niterói, como mostrou o RJTV nesta terça-feira (17). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, entre junho e outubro do ano passado foram registrados 337 acidentes na via. No mesmo período deste ano, após o monitoramento por câmeras, o número caiu para 198 – o que representa uma redução de 58%.

“[As câmeras] estão ajudando muito. A possibilidade de fiscalizar por viodeomonitoramento amplifica nosso poder de visualização das infrações que são cometidas. Consequentemente, reduz o número de acidentes por conta da presença, quase que em todo o trecho, da PRF”, disse Daniel Cerqueira, inspetor de policiamento da PRF no Rio de Janeiro.

O sistema foi instalado em 210 quilômetros da BR-101, entre a capital e o Norte Fluminense. Ao todo, são 136 câmeras, uma a cada um quilômetro e meio. A tecnologia permite monitorar, só na Ponte, 150 mil veículos por dia.

Conforme mostrou o RJTV, o videomonitoramento tem permitido o flagrante de diversas infrações como adulteração de placas, motoristas que não pagam o pedágio, tráfego de veículos pesados em horários não permitidos, entre outros.

origem: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/11/monitoramento-com-cameras-ajuda-reduzir-acidentes-na-ponte-rio-niteroi.html


Sirlei Madruga de Oliveira

sirlei@guiadocftv.com.br

Editora do Guia do CFTV


Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’  

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.