Empresas do mercado cripto faliram ou bloquearam saques até agora

Escutar o áudio deste artigo

O colapso de plataformas cripto está especialmente conectado com o sentimento pessimista gerado pelo medo e a incerteza do cenário econômico mundial. Bolsas de valores no mundo todo estão em queda, ações de diversas organizações registram fortes baixas; mas apenas no mercado cripto estamos vendo empresas impedindo os clientes de reaver seus investimentos travando os pedidos de saques e instituições entrando com pedidos de falências.

O motivo para as desvalorizações tanto do mercado de ações quanto o de cripto, é o aumento da taxa de juros por parte do Banco Central dos EUA, o FED. É comum no sistema financeiro o entendimento que uma taxa de juros mais alta afeta praticamente todos os ativos de risco, como cripto e ações.

Se por um lado o aumento da taxa de juros causa desvalorização, afeta o mercado e provoca crises como a que estamos vendo acontecer atualmente.

Por outro lado, vemos grandes empresas do setor de criptoativos, cujos gestores não se preparam para momentos como esse e mostram quão frágeis eram o gerenciamento de risco das organizações que como resultado acabaram tendo de recorrer ao bloqueio do dinheiro dos clientes e até pedidos de falência, como solução.

Abaixo veremos as sete principais empresas do setor que sucumbiram diante do péssimo cenário econômico em que está as criptomoedas.

CoinFlex

A plataforma de negociação de criptomoedas CoinFlex, anunciou cerca de duas semanas atrás o bloqueio das solicitações de saques de todos os clientes. Na época a organização alegou que as “condições extremas do mercado” forçaram a empresa a tomar tal atitude.

Babel Finance

A plataforma de empréstimo de criptomoedas Babel Finance, anunciou dia 17 de junho no site oficial da empresa a suspensão dos saques dos clientes. No comunicado eles informam que a organização está enfrentando “pressões de liquidez incomuns”. Eles também apontaram as grandes flutuações no preço dos ativos e “eventos de risco condutivos” entre os participantes institucionais como as razões para a restrição imposta pela empresa.

Three Arrows Capital

A Three Arrows Capital foi mais além do que apenas travar o capital dos investidores, ela provavelmente foi a responsável pelo colapso de outras organizações do setor. A empresa fundada em Cingapura no ano de 2012 por Su Zhu e Kyle Davies, foi uma das pioneiras do mercado.

Voyager Digital

Voyager Digital, é um banco americano especializado em produtos de criptomoedas. A empresa deu sinais de que algo estava errado na sexta-feira dia (1), quando suspendeu as negociações, depósitos e saques.

CoinLoan

Os problemas na CoinLoan começaram segunda-feira (4). A empresa estabeleceu temporariamente um limite máximo de saques de US$ 5.000 (R$ 15.300) a cada 24 horas para os clientes. A plataforma declarou não ter investido na falida criptomoeda Luna e nem ter participação na também falida empresa 3AC.

No entanto, disse a empresa, a turbulência causada pela falência de outras organizações, impactaram todo o mercado e forçou a CoinLoan a paralisar os pedidos de saque.

Celsius Network

A Celsius atua como um banco, permitindo que os investidores depositem tokens em troca de rendimento. No dia 13 de junho, a empresa anunciou nas redes sociais que estaria “pausando todos os saques e transferências entre contas, para poder estar em melhor posição de honrar, ao longo do tempo, suas obrigações de saque”.

Vauld

Na segunda-feira (4), a plataforma de negociação e empréstimo de criptomoedas Vauld bloqueou as solicitações de saques e depósitos dos clientes. A empresa declarou que as condições voláteis do mercado e as dificuldades financeiras dos principais parceiros de negócios levou a organização a tomar a difícil decisão.

origem: Veja quais empresas do mercado cripto faliram ou bloquearam saques até agora – Canaltech

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

 sirlei@guiadocftv.com.br

Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante: ‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’

Quer enviar suas notícias? Envie um e-mail para noticias@guiadocftv.com.br

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.