Criminosos irão atacar celulares e redes sociais em 2007

LONDRES – As gangues que roubam dados de computadores abrirão um novo fronte de batalha no multimilionário mercado de crimes digitais em 2007, atingindo telefones celulares, programas de mensagens instantâneas e redes sociais virtuais como o MySpace, estimam especialistas em segurança.

O anúncio acontece poucos dias depois de a empresa de segurança McAfee publicar o relatório anual, segundo o qual os e-mails indesejados com imagens suspeitas (spams) e os vídeos infectados com programas maliciosos estarão no topo da lista das dez maiores ameaças da internet em 2007, seguidos das ameaças a portáteis (PDAs e celulares).

À medida que os usuários aumentam a vigilância sobre os e-mails, os grupos de criminosos digitais encontram novas formas de executar fraudes online, vender bens falsificados ou roubar segredos corporativos, prevê a Trend Micro.

– Os ataques estão mais sofisticados – disse Dave Rand, da empresa de segurança Trend Micro. – Tudo envolve como fazer dinheiro. E eles estão fazendo um bocado – disse Rand à Reuters.

Segundo a Trend Micro, em 2007 os crackers – hackers mal intencionados, especializados no roubo eletrônico de dados – vão explorar redes sociais tais como MySpace para recolher informações para ataques mais focados em computadores pessoais. As pessoas poderão encontrar seus computadores mais infectados com vírus que, à revelia dos usuários, gravam todas as senhas digitadas no teclado ou que enviam secretamente milhões de mensagens indesejadas (spam) por e-mail.

– Esta é definitivamente uma área que está mais vulnerável a malware (software malicioso) – disse Ed English, diretor de tecnologia para anti-spyware da Trend Micro.

Os ladrões de identidade em 2007 vão se infiltrar em locais em que os usuários deixam seus retratos e dados pessoais, a serem alvos de ataques “phishing” – e-mails e mensagens falsas que visam enganar os usuários e convence-los a revelar seus números de cartão de crédito.

– É uma forma muito fácil de os criadores de spyware (programas que rastreiam dados) montarem um quebra-cabeça com dados pessoais dos usuários – afirmou English.

Os crackers também terão como alvo pessoas que usam serviços de mensagem instantânea ou que fazem chamadas telefônicas usando a internet em 2007, alertou a Trend Micro.

Os novos telefones celulares e os poderosos modelos de computadores portáteis também serão alvos de criminosos que tentam driblar a segurança para roubar e-mails, documentos ou contatos, afirmou a empresa de segurança McAfee.

“Os telefones móveis modernos são essencialmente versões menores de computadores portáteis”, disse a companhia em seu relatório anual sobre crimes digitais. “Os dispositivos móveis representam um sério desafio.”

Uma nova versão liberada em novembro do navegador Internet Explorer e o novo sistema operacional Windows Vista, ambos da Microsoft, também atrairão crackers. A McAfee advertiu ainda que a espionagem eletrônica sobre empresas também se tornará mais sofisticada. Os criminosos estão empregando e treinando estudantes para implantá-los como espiões (“sleepers”) nas companhias e para remover quantidades enormes de dados em um pente portátil de memória.

Fonte: http://oglobo.globo.com/tecnologia/mat/2006/12/11/286982991.asp

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.