Pesquisador Estuda Super-Raios

Um trabalho sobre a incidência de super-raios no Brasil foi desenvolvido pelo grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe (Instituto nacional de Pesquisas Espaciais). A pesquisa deve ser apresentada no final do mês na Conferência Internacional sobre Raios, em Tucson, Estados Unidos.

Na pesquisa, foram estabelecidas as condições meteorológicas essenciais para a ocorrência deste fenômeno. Os super-raios são mais raros que os normais, mas podem atingir uma intensidade de mais de 500 mil ampêres (o normal é de 40 mil).

Com a utilização de 50 sensores espalhados pelo país dentro da rede brasileira de monitoramento, a terceira maior do planeta, foi possível descobrir que pelos menos 500 super-raios ocorreram no país nos últimos dez anos.

Eles não ocorrem em áreas urbanas e a maior incidência acontece me São Paulo. Aliás, a região Sudeste foi selecionada porque é nela a maior incidência de raios do país. Os prejuízos anuais chegam a R$ 500 milhões. No ano passado, 46 pessoas morreram vítimas de descargas elétricas.

Origem: http://www.folhaes.com.br/folhaes/noticias.asp?nID=12292

Nota do Guia do CFTV:
No CFTV a proteção e uso de SPDA é extremamente importante para garantir a funcionalidade e proteção dos equipamentos e seus operadores.

Marcelo Peres
Editor do Guia do CFTV

Avalie esta notícia, mande seus comentários, de suas sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Escreva para mim:
mpperes@guiadocftv.com.br

[code]
Importante:
‘Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas,
jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão.
Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.'[/code]

Eng° Marcelo Peres

Eng° Eletricista Enfase em Eletrônica e TI, Técnico em Eletrônica, Consultor de Tecnologia, Projetista, Supervisor Técnico, Instrutor e Palestrante de Sistemas de Segurança, Segurança, TI, Sem Fio, Usuário Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.