Genetec Brasil anuncia nova versão do SV-32

Appliance híbrido tem como objetivo facilitar a transição de sistemas analógicos para IP com codificação embutida

A Genetec Brasil, líder no segmento de soluções de plataforma aberta para segurança baseada em IP, anuncia a nova versão do appliance para segurança em rede, SV-32 v2.

Disponível aos membros certificados do programa de parceiros de canal da companhia e para usuários finais em todo o mundo, a solução turnkey permite que as organizações implementem um sistema de controle de acesso e videovigilância IP/Analógico autônomo ou unificado enquanto mantêm seus investimentos já realizados em infraestrutura analógica.

Com placas de codificação analógicas embutidas, o SV-32 v2 oferece uma solução de baixo custo para integrar câmeras analógicas como parte de um plano de transição para ambientes IP. Com uma plataforma Security Center pré-instalada, o appliance permite a consolidação de múltiplas instalações remotas com um único ambiente de segurança, enquanto dá suporte para uma grande variedade de câmeras IP e controladores de portas para atender as diferentes necessidades de instalações.

Ideais para instituições que tenham câmeras analógicas ao longo dos anos, como os segmentos bancários e organizações varejistas, o SV-32 v2 oferta infraestrutura para até 32 câmeras analógicas ou IP e 100 leitores de controle de acesso em cada unidade.

O sistema dobra as estações de trabalho do cliente, oferta uma visualização unificada de vídeo e eventos de controle de acesso em até dois monitores, o que possibilita que os operadores respondam rapidamente a qualquer incidente.

Ferramentas de pesquisa e relatórios ajudam a acelerar as investigações. Os operadores podem verificar imagens de usuários de cartão em vídeos ao vivo ou gravados associados a eventos de controle de acesso para portas com o sistemas e, automaticamente, disparar alarmes baseados nestes eventos.

Com o aplicativo Security Center Mobile,  é possível visualizar seus sistemas e receber alarmes em tempo real em dispositivos Android, iOS ou Windows Phone. As equipes de segurança podem  controlar as câmeras PTZ, travar ou destravar portas e receber alertas em tempo real de eventos de controle de acesso, expandindo significantemente sua capacidade de reagir aos incidentes.

Com as capacidades do Security Center Federation, a solução ainda permite que os clientes implementem os sistemas de vídeo e/ou controle de acesso do Security Center, por meio de localizações distribuídas, facilitando a monitoração multi-localidades e operações de segurança centralizadas.

Origem: http://vpgroup.com.br

 

Sirlei Madruga de Oliveira

Editora do Guia do CFTV

sirlei@guiadocftv.com.br
Avalie esta notícia, mande seus comentários e sugestões. Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro no texto?

Importante:

Todos os Conteúdos divulgados decorrem de informações provenientes das fontes aqui indicadas, jamais caberá ao Guia do CFTV qualquer responsabilidade pelo seu conteúdo, veracidade e exatidão. Tudo que é divulgado é de exclusiva responsabilidade do autor e ou fonte redatora.’ 

Sirlei Madruga

Sirlei Maria Guia do CFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.